Eyjafja duzinferno

É difícil, na Alemanha, passar por situações semelhantes à recente catástrofe no Rio. Mas de vez em quando elas acontecem, embora as consequências nem sempre sejam tão trágicas. Os rios europeus também transbordam, chuvas, granizos, nevascas e furacões também assolam essa região. Há poucos dias mesmo houve um deslizamento no Tirol que soterrou o vagão de um trem. Só que, de um modo geral, os planos de emergência e a infraestrutura dos países como a Alemanha e a Suíça seguram bem a barra e ajudam a superar as dificuldades rapidamente.

Essa semana, porém, a natureza de um país meio desprezado pelo umbigo europeu resolveu mostrar quem manda e providenciou uma baita erupção vulcânica na Islândia. Vejam o vídeo no youtube:

O que no início da semana ainda era motivo de matérias divertidas nos jornais da TV, mostrando turistas islandeses curiosos, acompanhados da família, vendo a lava escorrer, hoje virou uma dor de cabeça séria para a aviação.  Uma nuvem de cinzas se espalhou por grande parte do continente, impedindo o tráfego áereo, não pela pouca visibilidade, mas pelo fato de que as partículas de cinza provocam a parada das turbinas dos aviões. Os principais aeroportos europeus estão fechados, centenas de vôos cancelados, milhares de passageiros impedidos de seguir viagem, sem previsão de quando a coisa vai melhorar. Geólogos já declararam à revista Der Spiegel que é impossível prever a duração da erupção e temem que a atividade possa até causar a erupção de outro vulcão maior, situado também sob uma geleira, o que poderia causar explosões e inundações.

Na verdade, a tendência é piorar. Os controladores de voo, que se encontram em negociações tarifárias, anunciaram  uma greve para a semana que vem. Com isso, mesmo aeroportos não afetados pela nuvem ficariam paralizados.

Eu estava tentando marcar minha passagem hoje, mas resolvi esperar. Tive pena da funcionária da agência, às voltas com o programa de reservas que mudava a lista de voos disponíveis a cada cinco minutos– “tem um aqui, não tem mais, voltou de novo, talvez tenha, falta confirmar”. Sem falar que os preços das passagens disponíveis subiram rapidamente.

Enfim, tudo isso por causa de um vulcãozinho que, ainda por cima, tem um nome que é uma safadeza para quem não é islandês: Eyjafjallajökull. Quem quiser se aventurar a dizer isso aí em voz alta encontra ajuda também na revista Der Spiegel. Entrem aqui e procurem na página à esquerda, abaixo da lista de aeroportos, uma foto do vulcão com o título “Eyjafja…hä?” (Eyjafja.. hein?). Clicando o botão abaixo da foto, vocês vão ouvir a pronúncia correta.

E é a Bete se despedindo por hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Aviões, Natureza, Viagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s