Arquivo do mês: janeiro 2011

Danilo Nogueira e Kelli Semolini em Paris. Quem vai?

Querer divulgar notícia que já saiu no blog Tradutor Profissional parece até piada. O blog do Danilo Nogueira, que recentemente vem contando com a colaboração da colega Kelli Semolini, é uma referência tradicional e valiosa para quem busca informações na área, e o Danilo dispensa apresentações.

Mesmo assim, me sinto no dever de divulgar a palestra que esse dois excelentes colegas darão em Paris, no dia 11 de abril deste ano. Vai que alguém vem parar aqui por acaso e ainda não ouviu a novidade?

O evento é organizado por iniciativa da Maria Marques e da Chris Durban, que, aliás, estará lançando seu livro The Prosperous Translator em Portugal, poucos dias antes. Todas as informações necessárias estão aqui. Para quem trabalha com o português,  é uma oportunidade e tanto de desfrutar da generosidade do Danilo, que compartilha sua vasta experiência de bom grado com aqueles que ainda não chegaram lá.

Além do mais, quem precisa de desculpa melhor que essa para ir a Paris?

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos

Schneematsch

Para você pronunciar direito essa palavra, eu deveria escrevê-la em português mais ou menos assim: xnêmát. Pelo menos seria essa a minha versão carioca. Isso traduzido é ” neve que começa a derreter e vira lama”. Ou, como preferem algumas soluções que encontrei por aí, “neve derretida”, “lama de neve”, “água de degelo”.

Fosse eu a autora de um dicionário da neve, essa coisa teria um único nome possível: neve melecada. Imaginem aquele barro que desce dos nossos morros brasileiros com as chuvas de verão, entupindo as ruas e estragando nossos sapatos. Agora imaginem isso cinza e com muito frio. É essa a ideia. Experimentem fazer uma busca de imagens no Google com “Schneematch” e depois me digam se eu não tenho razão.

Ontem levei meu primeiro escorregão de inverno ao descer do carro e pisar na tal neve melecada descuidadamente. Esqueci que, embora o troço já esteja derretendo, ainda há muito gelo por baixo. Para apagar o vexame, resolvi me vingar deixando aqui minha proposta pessoal de tradução para essa palavrinha infame.

E por falar em neve, encontrei no excelente blog do Fábio Said um ótimo post sobre os muitos nomes de neve e afins na língua alemã! Não deixem de ler aqui.

1 comentário

Arquivado em Alemão

Mais uma década

Quando a TV anuncia mais um resumo da última década quando o Ano Novo se aproxima e você não acha a menor graça naquilo, pode ser um sinal de que você realmente está envelhecendo. Esse ano, não quis saber de retrospectivas e ainda mei dei ao luxo de só ligar o computador para tratar de trabalho e responder a uns quantos e-mails. Já vi a retrospectiva de um século, quando o ano 2000 chegou, que graça tem ver só mais dez anos?

Mas o começo de um novo ano é sempre uma coisa “gostosa”, como diria o nosso ex-presidente. Não pelas festas, fogos e espumante à solta, mas pela largada simbólica para uma nova etapa. É uma desculpa para passar a borracha em todos os erros cometidos, em todos os aniversários esquecidos, os e-mails não respondidos, os planos e os reencontros adiados, e arregaçar as mangas para começar tudo de novo e tentar ser melhor desta vez.

Não que eu tenha ilusões de que muita coisa vai mudar, até porque nem quero que muita coisa mude, só algumas. Todos nós, que já cansamos das retrospectivas, sabemos disso. Mas o propósito dos meus sonhos nem sempre é realizá-los, mas saber que é correndo atrás deles que eu posso chegar a destinos que eu ainda nem conhecia e, quem sabe, descobrir que é por lá que eu quero ficar.

Portanto, nesse ano que começa, o que eu desejo a todos vocês é que esqueçam das retrospectivas, peguem suas malas vazias e saiam por aí atrás dos seus sonhos, enchendo a mala de coisas novas. As lembranças que importam, essas não precisam de mala, são leves e estarão sempre com a gente.

E o resto é saúde, tranquilidade e muita troca de abraços, que isso faz um bem danado.

Um feliz 2011 a todos!

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized